O pastor Silas Malafaia, presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), fez uma denúncia contra o Grupo Globo, acusando de “preconceito contra evangélicos”. Malafaia cita uma reportagem da revista Epoca acusando o pastor de provocar aglomeração em um culto.

Com fotos comprovando as mentiras, Silas Malafaia afirma que a reportagem usou uma foto com o público em pé para tentar enganar o leitor, quando na verdade todas as medidas sanitárias estavam sendo respeitadas na igreja em Curitiba, Paraná.

De acordo com Malafaia, a igreja tem capacidade para 3.400 pessoas e atualmente recebe apenas 1.200 pessoas, seguindo os critérios de distanciamento, uso de máscara, álcool em gel e medidor de temperatura. Ainda assim, a reportagem da revista ligada ao Grupo Globo tenta acusar a igreja de provocar aglomeração.

Malafaia destaca que na própria foto exibida pela revista é possível ver que havia distanciamento entre as pessoas que participavam do culto. O pastor classificou a reportagem como “fake news”, “maldade” e “safadeza” contra o povo evangélico.

O pastor afirma que a polícia esteve no local e constatou que os assentos eram demarcados com distanciamento, todos usavam máscara e que não houve nenhuma infração.

Deixe seu Comentário