As cenas chocantes de um negro chamado George Floyd sendo morto asfixiado por um policial nos Estados Unidos ganhou repercussão mundial e aos poucos a história por trás de mais uma vítima de racismo é revelada.

Agora se sabe que Floyd era conhecido por seu trabalho evangelístico em Third Ward, comunidade negra de Houston, Texas.

O homem de 46 anos viveu por boa parte de sua vida em Third Ward, antes de mudar para Minneapolis. Ele havia decido mudar por conta de uma oportunidade de emprego através de um programa de trabalho cristão.

Segundo o Christianity Today, George Floyd queria quebrar o ciclo de violência que havia entre os jovens da comunidade e usou sua influência para fazer discipulado e evangelismo, principalmente no projeto habitacional de Cuney Homes, conhecido localmente como “os tijolos”.

“George Floyd era uma pessoa de paz enviada pelo Senhor que ajudou o evangelho a avançar em um lugar em que nunca morei”, disse Patrick PT Ngwolo, pastor da Ressurreição de Houston, que prestava serviços em Cuney.


Deixe seu Comentário